Foto: www.pcta.org

Imagine caminhar em meio à natureza por toda a extensão da costa oeste dos Estados Unidos e ter a chance de fotografar as mais diversas paisagens. Essa é a Pacific Crest Trail, uma trilha de 2.659 milhas ou 4.279 quilômetros. Por causa dessa extensão, a PCT, como é conhecida, percorre os mais diversos ambientes. Saindo das proximidades de San Diego, na divisa com o México, o caminho segue por desertos no sul da Califórnia, montanhas da Sierra Nevada, florestas no Oregon até as belíssimas paisagens de North Cascades em Washington chegando até a divisa com o Canadá, ao norte de Seattle.

Além das paisagens de enlouquecer qualquer fotógrafo, a fauna é outro atrativo da Pacific Crest Trail. É possível cruzar com lobos, linces, pumas, ursos, cascavéis e mais alguns milhares de outras espécies. A trilha já foi percorrida na sua totalidade por diversas pessoas desde a década de 1920, algumas delas em uma só caminhada com meses de duração. A maioria porém, percorre somente trechos.

A PCT possui uma vasta infraestrutura de apoio aos caminhantes com mapas detalhados, locais para acampamento, alimentação, preparativos, guias, serviços de previsão de tempo e até apoio para aqueles que preferem percorrer a trilha a cavalo. Alguns trechos e pernoites são livres para percorrer porém outros, exigem uma permissão de acesso.

Nos Estados Unidos, principalmente na costa oeste, existe muita informação sobre a PCT. Pra conhecer um pouco mais, a trilha inspirou o livro e filme Wild (Livre no título em português) sobre a PCT e as mudanças causadas nas pessoas que a percorrem. Uma vasta fonte de informações é o site da Pacific Crest Trail Association: www.pcta.org

E não deixe de conferir esse post sobre trilhas e caminhadas.