Câmera na Estrada

Fotografia, viagem e os dois juntos!

Page 2 of 39

Foto da Segundona – 26-03-2018

Toda segunda-feira uma foto de um lugar legal pra começar bem a semana.

Foto: www.cameranaestrada.com

Joanópolis, SP, Brasil

Hotel oferece torneiras de cerveja nos quartos

Quem gosta de viagem e cerveja já tem um novo destino turístico. Trata-se do The DogHouse Hotel & Brewery, hotel temático da cervejaria escocesa BrewDog. O DogHouse terá primeiramente duas unidades. Uma será inaugurada em Aberdeenshire na Escócia e a outra em Columbus nos Estados Unidos. A BrewDog está programando a abertura dos hotéis entre final de 2018 e início de 2019.

A diferença para os hotéis “normais” é que os quartos terão torneiras de cerveja nos quartos onde os hóspedes poderão se servir à vontade. Outra novidade será o frigobar dentro do box do chuveiro onde você pode pegar aquela gelada enquanto toma um banho.

Além dos hotéis, a BrewDog também possui bares em vários lugares da Grã-Bretanha, pra quem prefere tomar uma cerveja de uma forma mais tradicional. Mais informações sobre os hotéis no site da BrewDog: www.brewdog.com/lowdown/press-hub/doghouse-ellon

Fotógrafo faz halos sobre montanhas usando drones

Foto: Reuben Wu

Os drones não estão mais sendo usados somente pra fazer fotografias aéreas. Com muita criatividade, é possível fazer fotos incríveis usando os drones como ferramentas e não só como carregadores de câmeras.

O fotógrafo Reuben Wu tem diversos projetos fotográficos usando natureza e efeitos especiais. Seu projeto chamado Lux Noctis consiste em fotografar montanhas a noite utilizando drones com leds para iluminar as rochas. Desse projeto veio a ideia de fazer halos luminosos sobre as montanhas.

Foto: Reuben Wu

O efeito consiste em fazer uma fotografia de longa exposição de uma montanha a noite. Com o drone e uma iluminação de led, o fotógrafo faz vôos em forma circular. O resultado é bem interessante e quase um pouco sobrenatural. Veja abaixo algumas fotos:

Foto: Reuben Wu

 

Foto: Reuben Wu

Pra conhecer esse e outros projetos de Reuben Wu, acesse seu site: www.reubenwu.com

Foto da Segundona – 19-03-2018

Toda segunda-feira uma foto de um lugar legal pra começar bem a semana.

Foto: www.cameranaestrada.com

Pedra Grande, Atibaia, Brasil

Câmera bate recorde de preço em leilão

Muitos fotógrafos sonham com câmeras top de linha que custam o preço de um carro. Infelizmente, nem todos podem pagar algumas dezenas de milhares de dólares numa Hasselblad. A maioria de nós mal consegue pagar uns 3000 dólares por uma top Nikon ou Canon.

Por outro lado, algumas pessoas tem dinheiro sobrando pra comprar a câmera que quiser. É o caso de um colecionador anônimo da Ásia que arrematou nos últimos dias a câmera mais cara já vendida num leilão. Trata-se de uma Leica 0-series fabricada em 1923. A câmera bateu o recorde de preço na categoria e foi vendida por 2,4 milhões de euros (uns 10 milhões de reais). O leilão aconteceu em Viena na Áustria na casa de leilões WestLicht. Pra ter uma ideia da importância histórica da peça, o sócio majoritário da Leica estava presente.

As câmeras 0-series são protótipos da fábrica, muito parecidos com o produto final porém, usada para testes e análises de patente. No caso, foram fabricadas somente 25 unidades desse modelo e são conhecidas poucas em boas condições, incluindo a nova detentora do recorde de preço.

Só pra aguçar a curiosidade, essa é uma lista das câmeras mais caras do mundo ainda em produção: www.cameranaestrada.com/as-cameras-fotograficas-mais-caras-do-mundo

O que você compra com 1 dólar pelo mundo

Foto: www.cameranaestrada.com

Quer viajar pra longe mas a grana tá curta? Tudo bem. Os preços das coisas variam muito ao redor do mundo e você pode escolher um lugar um pouco mais barato pra conhecer. Ou então ir pra um lugar mais caro e passar um perrengue, afinal, isso é parte da aventura também, né?

Bom, só pra ter uma ideia, isso é o que você consegue comprar com 1 dólar em alguns países do mundo. Em alguns lugares dá até pra comprar uma refeição. Dá uma olhada:

Brasil – Um hot dog numa barraca de rua. A quantidade de acompanhamentos varia dependendo da região

Coréia do Sul – Um kimbap roll de vegetais, um tipo de sushi de vegetais. Satisfaz quem come pouco.

Croácia – Uma bola de sorvete.

Egito – Uma lata de atum.

Estados Unidos – Uma fatia de pizza num restaurante simples.

França – Uma baguete, um pão grande que dá pra rechear com o que você quiser e puder pagar. Ou comer pura mesmo.

Gâmbia – Um filão de pão grande.

Hungria – Uma garrafa de vinho local.

Índia – Uma refeição com arroz, pão, curries, molhos e vegetais.

Itália – Um café expresso muito bom.

Noruega – Com sorte, você encontra um pacote de lamen instantâneo mas não é garantido, afinal, estamos falando de um dos países mais caros do mundo.

Paquistão – Uma dúzia de ovos. Dá pra levar pro hostel e fritar ou cozinhar.

República Checa – Uma cerveja num bar simples. Por lá são fabricadas algumas das melhores cervejas do mundo e esse 1 dólar vai ser bem gasto.

Suíça – Uma barra pequena de chocolate. Pelo menos, é um dos melhores chocolates do mundo.

Ucrânia – Quase um Big Mac inteiro. Desculpa mas você vai precisar de mais uns 60 centavos de dólar pra comprar um inteiro. Por outro lado, é um dos preços mais baixos do mundo pelo famoso sanduba.

Então, pegue seu dólar e bom apetite!

Foto da Segundona – 12-03-2018

Toda segunda-feira uma foto de um lugar legal pra começar bem a semana.

Puerto Natales

Foto: www.cameranaestrada.com

Puerto Natales, Chile

Como dois fotógrafos fizeram exatamente a mesma foto

Fotos: Ron Risman e Eric Gendron

No último dia 3 de março, o fotógrafo Ron Risman pegou sua câmera, lentes e tripé e foi até Great Island Commons em New Castle, New Hampshire no nordeste dos Estados Unidos. O mar estava agitado com ondas grandes e Ron pretendia fotografar alguma onda batendo no farol Whaleback. O fotógrafo armou o tripé, montou câmera e objetiva e começou a fotografar. Após quase uma hora de trabalho, ele se deu por satisfeito com algumas imagens de grandes ondas explodindo contra o farol.

A poucos metros dali, outro fotógrafo, Eric Gendron teve a mesma ideia. Arrumou seu equipamento e fez várias fotos das fortes ondas batendo contra o farol Whaleback.

Ao chegar em casa, Ron Risman fez a pós produção da melhor foto e postou em suas redes sociais. Muitas curtidas e comentários depois, ele recebe uma mensagem de Eric Gendron dizendo que Ron havia usado uma foto sua sem permissão. Ron argumentou que possuía o arquivo RAW original e que a foto era realmente dele. A surpresa foi quando ele viu a foto de Eric. As duas imagens são praticamente idênticas, provavelmente fotografadas no mesmo centésimo de segundo. As diferenças são apenas na medição de luz ou pós produção.

Após esclarecido o mal-entendido, as fotos ganharam o mundo e acabaram por se tornar ainda mais famosas, não só pelas belas imagens, mas por uma das maiores coincidências da fotografia.

Field Candy: Acampando com estilo

Foto: www.fieldcandy.com

Acampar é muito bom, seja dentro de um camping, seja selvagem. Nada como uma barraca pra nos colocar em contato mais próximo com a natureza. Barracas existem aos milhares, dos mais diferentes tamanhos e modelos e agora também tem uma certa dose de estilo.

A empresa britânica Field Candy tem uma ampla linha de produtos criativos para camping. São barracas, tendas, barracas infantis, travesseiros, ponchos e outros artigos de camping com estampas originais e divertidas.

Foto: www.fieldcandy.com

Você não precisa mais dormir naquela sua barraca comum e pode escolher um livro, uma nave espacial ou uma melancia, por exemplo. Ou talvez você prefira uma imagem de uma floresta ou do campo pra se integrar totalmente ao ambiente. E tem mais, você pode encomendar uma barraca com estampa personalizada e a bolsa que acompanha a barraca segue o mesmo estilo.

Foto: www.fieldcandy.com

Os preços das barracas variam entre US$300 e US$400. Quer conhecer toda a linha de produtos? Visite o site da Field Candy: www.fieldcandy.com

Foto da Segundona – 05-03-2018

Toda segunda-feira uma foto de um lugar legal pra começar bem a semana.

Lake Moraine, Banff, Canada

« Older posts Newer posts »

© 2018 Câmera na Estrada

Theme by Anders NorenUp ↑