www.cameranaestrada.com

www.cameranaestrada.com

Costumo viajar sozinho com certa frequência e muitas vezes, vou a locais pouco frequentados através de estradas e trilhas onde passam poucas pessoas e de difícil acesso. Estar sozinho em locais ermos não é a prática mais recomendada então é preciso estar preparado para imprevistos, ou seja, ter tudo à mão de modo a se virar sozinho no caso de um acidente, veículo quebrado, bloqueio do caminho de volta ou simplesmente se eu me perder.

Mesmo que não esteja indo para um lugar isolado, carrego comigo um kit de sobrevivência com o suficiente para me manter durante alguns poucos dias. O conjunto todo fica dentro de uma bolsa compacta e resistente com cerca de 1kg. Abaixo a lista de itens que carrego nele:

  • Canivete suíço com o máximo de funções possíveis
  • Faca com serra e quebra vidro (mantida sempre afiada e com bainha)
  • Isqueiros, fósforos à prova d’água e pederneira
  • Corda/paracord
  • Fio dental (compacto e muito resistente)
  • Rádio de comunicação
  • Lanterna de cabeça com lâmpadas de LED (baixo consumo)
  • Pilhas extras para todos os equipamentos
  • Cobertor de emergência (também pode servir de barraca)
  • Espelho de sinalização
  • Kit de costura (para reparos em roupas e mochilas)
  • Cotonetes, algodão, gaze, band-aid e esparadrapo
  • Medicamentos diversos (seu médico pode fazer a lista)
  • Capa de chuva
  • Apito
  • Bussola
  • Anzol, linha e chumbo
  • Pastilhas purificadoras de água
  • Garrafa dobrável
  • Telefone celular protegido em saco tipo ziplock (comunicação, gps e manuais de sobrevivência)
  • Carregador solar
  • Barras de proteína e carboidratos

Lembrando que, mais importante que o kit, é saber usa-lo. Você pode ter informações no celular mas não dependa dele, tenha ao menos o básico na memória. Antes de sair, verifique a validade dos alimentos e medicamentos e reponha o que usou. E o mais importante, previna-se pra nunca precisar usar seu kit de sobrevivência.